Textos


- AGRADECIMENTO -

Espaço para guardar os mimos que meus e minhas colegas recantistas fizeram para mim. Meu muito obrigada.
 
DO FACURI

POESIAS

 CONVICTA

A sorte também terá sorte
Sorte de também te encontrar
Você, com ou sem consorte
Creia, creia na sorte do azar!



 DESEJO CEARENSE

Poetisa menina, Iolanda Pinheiro,
faz meu pensar reduzir distâncias...
ah, teu sorriso pueril e faceiro,
será meu desejo tua extravagância?

Meus versos a ti dedico em sintoma,
trazendo a mim teu pôr-do-sol, cá...
vontade e saudade é meu axioma,
ah, vontade, ainda pouso no teu Ceará!

Tu, alencarina de torrão,
torna este poeta um menino,
nunca te beijar está fora de questão,
então, te deixo um beijo billino!

(Facuri, com carinho prá você!)

Interações do Facuri:

Ao soneto em homenagem a ele Em Canto Nenhum


Tristezas que nos aproximam,
ainda que em polos diferentes,
por vezes descortinam,
horizontes Surpreendentes.


Ao dueto Saudade feito com a amiga poetisa Jeanne Diogo

SAUDADE

 
Sem ti
Sem um porquê,
apenas ausência sentida de você...
Derramo em linho, 
algoz inspiração,
deito-me em refúgio sozinho,
adormeço solidão...

À poetrix Acostamento
 
               HILÁRIO SENTIDO            
         Rio, rio de tudo ora sem nada,
        rio do nada como se algo fosse,
    rio, rio em desatino de gargalhada,
 rio do fel e do acre,
rio até do doce!

Ao soneto Tempo que, por coincidência, se iniciou com uma interação feita a uma poesia dele.


Ainda que de ti esvaído,
quero segurar tua mão,
pois eu contigo, não há tempo perdido,
colado em teu peito, escuto teu coração!

Obrigada, meu anjo!!!

DO OLAVO NASCIMENTO (POETA OLAVO)


Acróstico

VIAJANDO COM IOLANDA - por Olavo Nascimento (22/05/2016)

Imagem de mulher de talento,
O meu versejar aqui se rende,
Louvando este suave acalento,
Atrás do fogo que lhe acende.
Neste belo inspirado momento,
Digo que com você se aprende,
A arte de escrever a contento.

Poesias que saem do seu peito,
Iluminam noites de abandono,
Na solidão do amor sem jeito,
Havendo ou não falta de sono.
Está em si a mente que inspira,
Ideias novas e tema altaneiro,
Revelando odes com boa mira,
O acervo de Iolanda Pinheiro.

Obrigada, meu querido

DO CONTERRÃNEO POETA E AMIGO  ANTONIO TAVARES DE LIMA
 
         POESIAS

 
                VIDA E MORTE
 
                 Nuvens passando
                 Imagens formando,
                 Leões acossando
                 Gazelas tão belas
                 Que correm com o vento
                 Tentando escapar
                 Das garras felinas.

                 Mas num sopro do vento
                 Houve sangue,
                 Houve vida,
                 Houve morte
                 A gazela morreu,
                 O leão a carne da bela gazela comeu...

                 É o ciclo da vida,
                 É a vida, é a morte.

                            Dedicado à querida poetisa, de Fortaleza, Iolanda Pinheiro.




                BEIJOS DO MAR

                    Mares verdes,
                    Espumas brancas
                    Beijando os teus pés aveludados
                    Que pisam de mansinho
                    A areia fina e fofa
                    Da praia de Iracema
                    "Virgem dos lábios de mel".

                    Esbelta figura caminhando lento
                    Trazendo ao pensamento
                    Tudo que já é saudade
                    Amor, alegria, amizade
                    Tristezas poucas
                    IOLANDA é muita felicidade
                    Mas pensando na praia
                    Que o mar, então, bravio
                    Carregou.

 
Este poema é dedicado com muito carinho à minha conterrânea, de Fortaleza, Iolanda Pinheiro., advogada e  poetisa de grande finesse.

Antonio Tavares de Lima. - 2016.
 
DO TALENTOSO E ARRETADO POETA TONY BAHIA
 
Acróstico



 
Infinitas estrelas tens em teus olhos, Iolanda,
O horizonte se perde em teus caminhos
Lampejo de estrelas em ninhos
Arvore que aninha passarinhos.
Nas noites, rogo aos céus
Deus nunca nos afaste dos seres
A vida precisa de viveres.

Pinheiro alto, feito araucária
Inda sorrindo dos céus
Nas formigas operárias
Hoje e sempre, serás mel.
E as estrelas nos céus
Infinitos luares sorrindo
Rogo a Deus, O Todo Poderoso
O amor que nunca será findo.

Obrigada, poeta.

 
DA CHEIA DE LUZ POETISA QUERIDA CRISTINA GASPAR

Interação/poesia
 
Existe um Pinheiro cujas pinhas
Andam sendo colhidas e desprezadas
Não vingando um grande amor
Abra seus caminhos oh! Grande Senhor
Eu te peço com fervor
Não permitas que pelo chão
Fiquem suas pinhas em lágrimas ressecadas
Lhe destine rara cor
Um vivente só seu
Imperfeito e apaixonante
Permita que ele viva o amor de hoje
E esqueça as dores de antes
                                                               
                                          Poesia /interação à poesia RELICÁRIO
 Esse 'baixo' tem acorde alto
Acordou minha emoção
Faço festa em contralto
Mandando bravos à dedicação

Que ele saiba o quanto
Cada verso te contenta
Que siga assim um encanto
Pois tens uma peixeira atenta

De um Rio não muito distante
Tem uma amiga poetisa
Alerta e de olho vigilante
Nessa amiga ninguém pisa

Que o amor do 'baixo' siga forte
Vibrante em uníssono alarde no poder
Pois caso ele não se comporte
Uma parte dele muito irá arder

Linda homenagem minha querida
Feita tão só pra te eternecer
Que esse amor vire uma única vida
Se curtam até não mais poder
Tudo vem no tempo do merecer

Poesia

'ALERTA DE EMERGÊNCIA

O Corpo de Bombeiros alertou
E o aviso ecoou até meu Rio
Uma sirene 'assim assim' assoviou
Um Pinheiro fêmea se anuviou
Isso não pode continuar assim
Seu verso lindo de pinha calou
Calma Pinheiro a ajuda chegou
Tome um pedaço de minh'alma
O sorriso e a paz de quem já amou
Sai logo de 'assim assim' amiga,
volte arretada pra mim

]
                                              Cristina Gaspar, você brilha.

DO BEM HUMORADO E IMPAGÁVEL PAULO MIRANDA

Perfil Recantista
 
Novata na confraria, a alencarina Iolanda Pinheiro mostra a que veio: 61 composições, e mais de catorze mil leituras, que a guindam, com impressionante regularidade, aos mais elevados patamares de leituras do Recanto. Tirante, é claro, aqueles que registram subidas tanto vertiginosas, quanto inexplicáveis ao leitorado do site.

Dona de um estilo singular de narração,  que premia a percuciência e o detalhe, Iolanda navega com mais ousadia no universo dos contos. De terrror, onde, desprezando textículos, estende-se em majestoso lábaro estrelado voca(m)bular.

Suas interações com o leitorado, intensas e múltiplas cativam mais que um bocado. Até o presente, são oito os gêneros literários que constam de sua pauta recantiana, onde até o humor foi privilegiado. Uma só vez, é verdade, mas quem dá pouco para aquele tão encantador bolero, Solamente una vez? E tem coisas que, feitas uma  vez, marcam mais do que se o fossem repetidamente. Imagine, por exemplo, um retorno de Cristo: iria achar doze discípulos novamente? Edir Macedo, por exemplo, seria um bom nome, e melhor exemplo? Ou quem sabe, inovaria, ao convocar uma Janaína?

Mas voltemos à homenageada, de lábia e lábios, que parada! Que se sinta beijada por uma platéia extasiada.
Paulo Miranda

Clique no link
http://www.recantodasletras.com.br/ensaios/5654524

Rainha do Recanto
O Desejo, de Iolanda, eleva-a à posição de quem realmente comanda: primeiro lugar no ranking de leituras semanais do Recanto das Letras. São pois da alencarina, inda quase menina, o cetro, a coroa, o manto e o trono.
Além da majestade.

Allen Clamp, com sua Autocrítica, segue-a de poucas jardas e, dada sua exposição mais recente, deverá herdar a cobiçada posição. Duelo de Titãs, irmão. Mas nada fratricida, o que se conta aqui, é a subida. E permanência no topo.

Ainda não botei sentido na listagem que segue abaixo. Mas vê aí, leitor, escritor, apagador, contador, pode ser que nela figures, e se não aqui, algures. São 98 posições que sobram pra te achar tua chance...

E que terá dito fora Temer de nosso país, de seu governo...ele que se encontra enfrentando a dureza de passar uns dias em Nova York, junto à Assembléia-Geral das Nações Unidas? A programação lá é sempre intensa. Pena que palavras e intenções lá proferidas acabam muitas vezes esquecidas. Indo pros anais, nuncamais...

Clique no link
http://www.recantodasletras.com.br/trovas/5766841


DA LINDA AMIGA IGNEZ FREITAS, QUE TANTO ENCANTA COM SUAS BELAS POESIAS.

Interação/poesia

Amizade é um tesouro,
devemos saber cuidar,
é mais valioso que ouro,
e só quer nos agradar!!!


POESIA  SEM NOME DO POETA BETO ACIOLI (MUITO LINDA) OBRIGADA.


Desculpe-me partir,
mas preciso voltar...
daria pra ficar alguns instantes mais
afora os teus versos não me sufocassem de tanta emoção...
perco os pés e o chão;
sou fraco e pequeno nesse imenso mar...
é longa a viagem...
e em cada paragem,
em teus versos-paisagens
balouço a ofegar...
Preciso de um chão,
pois tanta emoção
faz o meu coração parecer parar.

 

DO MEU LINDO E QUERIDO CARLOS HENRIQUE

Poesia

RELICÁRIO

Mergulhamos em macio abraço
Carinhos e sensações aladas
Flutuamos como que fora do espaço
Prenúncio de tantas caminhadas

Pensamentos não param
Corpos vibrando em sintonia de desejo
Dependentes de controles que nos escapam
Lábios trêmulos a caminho do beijo

Da eletricidade em condutores invisíveis
Um só elemento somos
Emaranhado de mãos, coxas, sentidos previsíveis
Abrem-se nossos íntimos cosmos

Em arrepios percorrendo sua superfície
De minha barba por fazer
Na cumplicidade amorosa de nossa espécie
Correnteza de caudaloso rio rumo ao prazer

Alheios a espaços e tempos e tais conceitos
Lá de dentro da pele que habitamos
Voando tão mais alto que terrestres preconceitos
Em finos lençóis reais-imaginários nos amamos.

Haikai


10 HAIKAI DE AMOR PARA A ATUAL PROPRIETÁRIA DESTE CORAÇÃO
Para minha namorada, Iolanda Pinheiro, comemorando 1 mês de namoro.
Muito obrigado, amor.

1
vitima da tua
seta embalada em
pólem de amor

2
enfeitiçado
ao Norte da Muralha
bem aquecido

3
desse abraço
perfume de pétala
mágica da flor

4
sol entre nuvens
no meu pensar de amor
acende cores

5
amor vai longe
pela asa direita
de um beijo teu

6
e nosso amor
em qualquer tempestade
torna céu azul

7
terra úmida
em cristais orvalhados
que bela manhã

8
sua faísca
veio causar incêndio
estou em chamas

9
você pulsante
é exuberante flor
é poesia

10
doces auroras
primaveras cantantes
porque te amo

 
Carlos Henrique Fernandes Gomes

DA AMIGA LINDA E DELICADA ANNA LÚCIA GADELHA

Poesia


Tens a voz melodiosa
Sei que és uma guerreira
Serás sempre vitoriosa,
Afinal és uma mulher verdadeira
Admiro-te pela transparência
Pela arte de escrever com maestria
Mostraste que tens competência
E caminhas no mundo com sabedoria


 
 
INTERAÇÕES DIVERSAS

Do amigo Marcus Rios, sempre nos brindando com suas poesias de amor.
 
O amor é assim
Custa a surgir
Faz mistério
Percorre milhas e milhas 
Enfrenta tempestades e chuvas
E quando ele finalmente chega
O coração da o sinal 
Ao bater mais feliz.



Do Estanislau, que reclama sua particiação neste lábaro estrelado, rs

Não me encontrei neste espaço de gratidão
Talvez ainda não tenha dados motivos
Contudo não machucastes o meu pobre coração
Não o maltrates poeta de fortaleza e ouças meu aviso...

Abraço.



 
NOTA DA AUTORA.  Muitas outras pessoas me homenagearam nas mais diversas formas. Aos poucos irei colocando as homenagens aqui, não se sintam menos queridos. Grande abraço.

 
Iolanda Pinheiro
Enviado por Iolanda Pinheiro em 11/07/2016
Alterado em 29/10/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários